Viagem para Niagara Falls no inverno

Como comemoração dos meus 31 anos anos, resolvemos dar uma ida rápida até as cataratas, o Raphael, o cachorro e eu! Então nesse post vou contar sobre a nossa viagem para Niagara Falls no inverno, afinal meu aniversário é em fevereiro, bem o mês mais frio do inverno!

Nós moramos na parte leste de Toronto, então demoramos cerca de 1h40 para chegar em Niagara de carro, quem mora em Downtown ou na parte oeste da cidade demora menos tempo. Meu aniversário esse ano caiu em um sábado, então na sexta nós saímos do trabalho, fomos para a casa pegar o Frosty e pegamos a estrada para Niágara. Chegando lá a minha primeira surpresa ao sair do carro foi o vento frio. Não a temperatura do vento mas o vento em si, gente do céu aquela cidade venta demais, o tempo inteiro, eu nunca vi algo desse tipo! Acho que no verão é diferente, mas eu fiquei embasbacada com o tanto de vento! Sério mesmo, você não faz idéia, é lá onde o vento faz a curva, rsrs! Para ajudar eu não levei nenhum gorro, dai o cabelo ficou aquela coisa, né?!

Mãos no bolso do casaco por causa do frio!

Fizemos check-in no motel que tínhamos reservados (motel na América do Norte é a mesma coisa de hotel, mas normalmente não tem café da manhã e é mais para quem vai ficar pouco tempo hospedado), entramos com o Frosty no quarto e ficamos um tempinho lá antes de sairmos para jantar, afinal o Frosty tinha que se acostumar com o novo ambiente. Ele fez isso fazendo xixi no chão, coisa que ele raramente faz, afinal sempre faz xixi na rua, mas ok, ele tinha que marcar o território dele. 

Fomos jantar no TGI’s Friday afinal não tem esse restaurante em Toronto, então fomos lá. Caso um dia você vá lá faça questão de perguntar se o prato é apimentado, pois quase jogamos um prato inteiro fora por causa disso! Depois do jantar voltamos para o nosso quarto e dormimos para acordar cedo no dia seguinte.

No sábado tomamos café em um lugar chamado Continental Pancake House. Eu pedi um waffle com blueberry e chantili e o Raphael pediu panqueca de banana com Nutella, uma delícia e os dois pratos bem gigantes mesmo!

Depois fomos andar na roda gigante, ver as cataratas, visitar a casa invertida e passear pela rua principal de lá, chamada Clifton Hill. Nessa rua tem as principais atrações turísticas da cidade, como casas assombradas, lojas de lembrancinhas e vários brinquedos e jogos daqueles de ficha… Dá para ficar horas ali!

Aos 31 anos foi meu primeiro passeio em uma roda gigante =D

Nosso check-out no motel era meio-dia então fomos para lá, arrumamos as nossas coisas, pegamos o Frosty e fomos dar uma andada no Queen Elizabeth Park, afinal o cachorro não ia viajar para ficar o tempo todo trancado no quarto do motel, né? A ideia depois disso era almoçar por lá mesmo e eu até já tinha visto um restaurante pet friendly, mas a verdade é que não estávamos com fome. Então tiramos umas fotos e aproveitamos o solzinho, mesmo que a temperatura estivesse 2ºC. Depois disso voltamos para Toronto e só fomos almoçar lá pra 5h da tarde… Acho que o tanto de açúcar que comemos no nosso café da manhã nos fez ficar muitas horas sem fome, rsrs!

Eu gostei muito dessa minha primeira ida a Niagara Falls e por mais que tenha sido curta, foi o suficiente para conhecer as principais atividades que podemos fazer por lá. Como era inverno não havia passeio de barco, então agora precisamos voltar lá no verão para fazermos o passeio de barco pelas cataratas! Muitas pessoas fazem bate e volta de Toronto para lá em um dia e é o suficiente para conhecer o principal da cidade na minha opinião. Quando meus parentes vierem vou poder voltar lá e ver outras coisinhas! Mas a cidade em si é muito organizada e super tranquila, gostei muito!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *